quinta-feira, 3 de Março de 2011

Pintura em Tecido - Mais dicas

Para quem está começando a pintar em tecido tem muitas dúvidas quanto ao uso dos pincéis e técnicas de pinturas, para ajudá-los vou colocar algumas dicas importantes.
Dicas de pincéis:
•Tenha sempre vários pincéis a mão, mantenha-os em copo com água durante o uso
•Após o uso, lave-os com detergente e buchinha deixando correr bem a água, depois deixe de molho com creme rinse
•Tirar o creme rinse e guardá-los com as cerdas para cima
Para tecidos opacos:De cabo amarelo e cerdas duras (vários tamanhos de chato e redondo)
Variação: use rolinho ou buchinha que possibilitam um trabalho mais rápido e resulta traços mais suaves.
Para tecidos transparentes:De cabo marrom ou vermelho, cerdas mais suaves (vários tamanhos de chato e redondo)
ou de cabo amarelo e cerdas duras e chatas (vários tamanhos de chato e redondo)
Os pincéis mais usados são os chatos de cerdas duras. Esses pincéis precisam ser lixados e cortados para serem “envelhecidos”, veja como fazer isso:
a) corte as cerdas para diminuir o comprimento;
b) agora deite o pincel em cima do dedo indicador da mão esquerda e vá desbastando-o de cima para baixo, nos dois lados (como se estivesse desbastando cabelo), a fim de obter cerdas de vários comprimentos, corte também um leve cantinho das laterais;
c) pegue o pincel na mão direita, e coloque o dedo indicador em cima das cerdas, pressionando-o de cima para baixo. Faça isso dos dois lados, mas cuide pra não afinar muito o pincel.
Obs: Depois de usar muito o pincel, as cerdas vão gastando, e para que ele fique “novo” e bom de usar, basta cortar com a tesoura as cerdas para emparelhá-los novamente, fica ótimo.
Os pinceis devem ser de cerda curta e semi rijos, uso uns que são descritos como próprios para óleo, mas são óptimos para o tecido, são da condor série 421.
Compre pincéis de qualidade, e se possível dois de cada numeração que você for utilizar.
Tintas de Cores variadas:
O primeiro passo é adquirir , tintas de tecido no maior nº de cores possivel, quanto maior a variedade de tons melhor o resultado obtido, pessoalmente gosto da acrilex, grande variedade de cores, bom preço e boa qualidade final.
Selecione as cores que irá utilizar. Vc deverá ter uma variedade de cores razoável, para compor o seu trabalho. No mínimo uma gama de cerca de 12 cores para iniciar.
Tenha no mínimo este material, no futuro adquira alguns tons de tinta diferentes. Se você quiser economizar e não comprar tinta em tons suficientes p/ seu trabalho, você correrá o risco de não ter um resultado final como você esperava. Normalmente em revistas especializadas em pintura em tecido, há um guia das cores a ser utilizadas no trabalho.
Quando seguir dicas de pintura, use sempre as cores na sequencia indicada, pois uma alteração na sequencia, poderá afetar outra cor, interferindo no resultado final da sua pintura.
Em trabalhos que tem a descrição das cores usadas deve-se seguir esta ordem conforme a numeração, pois são os passos usados, para saber o que tem que ser pintado primeiro;
Como passar o risco para o papel(dicas diferentes):
a) Desenhe o motivo no tecido, utilizando o papel quimico preto. Caso você não encontre esse papel quimico especifico para tecido onde você mora, use aquele carbono que é utilizado nas impressoras que tem formulários contínuos.
B)Para fazer a cópia do desenho para o tecido use sempre carbono suave, desses de computador, que não mancham a pintura, e em cima do risco, coloque uma folha de celofane, isso evita que o papel rasgue;
c)Desenho escolhido, passa-se para papel vegetal, coloca-se em cima do tecido a pintar e passa-se com papel quimico, aconselhado o quimico amarelo, próprio para tecido.

Como escolher o tecido ou preparar o mesmo e pintar (dicas diferentes)
a)O tecido sobre o qual se vai pintar deve ser préviamente lavado para remover toda a goma e assim a tinta agarra melhor. Aconselho a quem vai iniciar pintura em tecido, que vá a uma retrosaria compre meio metro de pano cru, fica para ai em 2 ou 3 € corte e faça uns paninhos, pinte sem pensar se vai estragar ou não, faça uns desenhos simples, para sentir o que é pintar em tecido.
O tecido tem que ser fixado a uma superficie de forma a não "dançar" quando estamos a pintar. Existe uma cola, que se designa por cola permanente que pode ser aplicada com um pincel (velho) ou um pedacinho de esponja numa superficie que dê para fixar o trabalho. Eu compro na papelaria umas placas A4 tipo acetato grosso que preencho com a cola, muito pouquinha, deixo secar pelo menos 15 minutos e está pronta a usar, o número de vezes que for necessaria, até a cola desaparecer por completo. Se passar cola para o tecido, o que é normal, depois sai quando se lavar.
a) Em todas suas pinturas, use clareador como base, antes de qualquer aplicação de cor no tecido, não coloque o clareador de uma só vez, vá aplicando em partes, pois você tem que trabalhar com ele molhado, se aplicar em todo desenho do tecido, ele secará antes mesmo que você termine toda pintura.
Trabalhe com o tecido esticado em cima de alguma tábua, pode ser até em mdf, com area o suficiente para trabalhar os desenhos em seu tecido, para que fixe o tecido, use cola permanente, ou até mesmo fita crepe.
Ao molhar o pincel na tinta, use sempre as pontinhas do mesmo, para que sua pintura não fique com tinta em excesso.
Estique o tecido em cima de uma tábua fina ou Triplac (Eucatex branco) medindo + ou – 30 cm por 40 cm, mas antes passe cola permanente nessa tábua;
Atenção: não passe essa cola muito grossa na tábua, pois ela tende a grudar muito no tecido.
Pegue a tinta sempre só com o cantinho do pincel, vá aos poucos, para que a sua pintura não fique muito carregada;
Fazer “batidinhas” significa pegar um pouco de tinta, colocar num pratinho ou gôde, colocar as cores lado a lado, e aí você vai empurrando o pincel para pegar a tinta, que ficará do lado de cima. Desse jeito comece a fazer leves “batidinhas” no tecido, começando mais forte e terminando mais fraquinha.
b)Fixe o tecido na placa de madeira de 50 cm x 60 cm com tachinhas. Algumas pessoas usam a cola de contacto para fixar o tecido na madeira, eu pessoalmente não gosto, portanto eu uso uma base de madeira revestida com cortiça ( tipo aqueles murais de recadinhos) e fixo o tecido com aquelas tachinhas apropriadas para colar os papeis de recado.
C)Coloque as cores em pequenas quantidades, numa paleta ou até mesmo em um prato de louça branco. Deixe ao seu lado dois copos pequenos com agua limpa, para lavar os pincéis, na primeira agua você tira o excesso de tinta e na segunda agua você enxagua. Não esqueça de ter também pedaços pequenos de pano de limpeza, para limpar qualquer tinta que você deixe cair no chão, ou para enxugar os pincéis.
Comece sempre a pintar os objectos que estão em plano de fundo do desenho, se for frutas sobrepostas, ou flores, comece sempre pelo que esta ‘por baixo'(no fundo) do desenho.
Tenha muita calma para pintar, e não ponha muita tinta no pincel, pq ao passar sobre o tecido, vc poderá ‘encharca-lo', deixando uma pintura grosseira e difícil de secar também..
Normalmente o contorno dos riscos é feito pela própria tinta e com o próprio pincel que você utilizou para pintar o centro da figura, ou seja o desenho. Há algumas pessoas que utilizam a caneta par contorno da Acrilex, a Acrilpen que há em varias cores. Com o tempo você vai se aperceber de como é que seu trabalho sai melhor, porque isso varia de pessoas para pessoa.
Nunca deixe nenhum dos pincéis de molho, limpe-os , não deixe nenhum vestígio da tinta usada naquele dia e guarde-os com muito cuidado, não limpe o pincel com solvente.
Nas bancas de revistas você encontra muita revista destinada ao tema pintura em tecido, nelas você também encontrará boas dicas.
Com o tempo você poderá começar a pintar outros tipos de tecido, como seda por exemplo, e ir utilizando varias técnicas e outros tipos de tinta apropriada ao tecido que será usado no novo trabalho.

Dicas diversas para a pintura em tecido:

Dicas tecidos:
Quando trabalhar com tecidos de algodão finos (popeline, linho, tricoline, etc.) estique muito bem o tecido sobre a mesa, prendendo com fita crepe ou tachinha as quatro pontas do tecido.
Nos tecidos mais finos é necessário o uso de um bastidor para apoio do tecido.
Nos tecidos mais grosso pode-se trabalhar direto na mesa ou em pranchas de compensado.
PINCÉIS
Para tecidos opacos:De cabo amarelo e cerdas duras (vários tamanhos de chato e redondo)
Variação: use rolinho ou buchinha que possibilitam um trabalho mais rápido e resulta traços mais suaves.
Para tecidos transparentes:
De cabo marrom ou vermelho, cerdas mais suaves (vários tamanhos de chato e redondo)
ou de cabo amarelo e cerdas duras e chatas (vários tamanhos de chato e redondo)
Dicas pincéis:
Tenha sempre vários pincéis a mão, mantenha-os em copo com água durante o uso
Após o uso, lave-os com detergente e buchinha deixando correr bem a água, depois deixe de molho com creme rinse
Tirar o creme rinse e guardá-los com as cerdas para cima
MESA PARA PINTARSó deve ficar na mesa o tecido que será pintado. Aprenda a trabalhar colocando as tintas e os pincéis em uma mesa auxiliar. Assim não correrá o risco de sujar o seu trabalho. De preferência mesa alta para trabalhar em pé, pois permite maior movimento.
O ESBOÇOAntes de começar a pintar o tecido, convém preparar previamente um esboço num papel sulfite a estampa que desejar para ter um guia a seguir.
Use o pincel, a cor da tinta diretamente no papel sulfite.
Lembre que o controle da mão no pincel é bem diferente que o lápis ou caneta hidrográfica.
TINTA PARA TECIDO OPACOS (lona, sarja, brim, linho, etc)
São espessas e precisam ser diluídas em água. Acrescente de 30% a 40% de água.
Ex. um vidro de 250 ml de tinta + 30% de água que será 75 ml de água.
Tipos: Acrilex para tecido, acrilex serigráfica, tec screen serigráfica ou similar
TINTA PARA TECIDOS TRANSPARENTES (seda mista, musselina, chifon, crepe, georgette, etc)
São aquareladas e não precisam ser diluídas. Se dilui com água (até 50%) obterá tons mais claros.
Tipos:Prince, Seda Color ou similar
As tintas aquareladas espalham-se com mais facilidade nos tecidos por isso usamos alguns recursos como:
Guta: aplicado com bisnagas faz uma barreira entre as cores, não permitindo que uma cor se sobreponha à outra. Existem gutas transparentes, douradas, prata, brancas, pretas. Aplicar a guta com traço bem solto fechando o desenho.
Evite deixar áreas fechadas muito pequenas, pois fica mais difícil seu preenchimento.
As gutas coloridas são legais quando aplicadas como grafismo, depois do tecido pintado
Espessante: misturado com a tinta evita que ela se espalhe, fica com a consistência de mel, mais grossa, porém mantém sua transparência.
Efeito manchas: usar e abusar do recurso das aquareladas que se espalham e misturam-se entre si as cores enquanto molhadas, formando manchas muito bonitas.
Pouca tinta: com pouca tinta no pincel faça os traços depois preencha também com pouca tinta, colocando atinta longe do traço.
Dica para tintas:
•você pode utilizar as duas tintas (aquareladas e espessas) em um mesmo tecido, aproveitando o que cada técnica tem de bom, por exemplo a transparência ou a opacidade. Use sua criatividade e ouse em seus trabalhos.
•Deixe as tintas que precisam ser diluídas já preparadas e coloque-as em garrafinhas (de água minalba por exemplo) transparentes prontas.
•Prepare várias cores misturando-as. Por exemplo: vermelho + amarelo= laranja, azul+amarelo= verde e azul + vermelho= roxo, etc... As cores primárias (amarelo, vermelho e azul) compõem todas as outras. A tonalidade e quantidade da cor na mistura geram tons diferentes de laranja, verde, roxo, etc.
•Agite bem a tinta antes de usar, pois os pigmentos ficam no fundo do frasco.
•Tampe bem os frascos de tinta, pois com o tempo formam corpos sólidos. Lave os frascos vazios para reaproveitá-los.
A PINTURA
Não deixe excesso de tinta no pincel, para não carregar a pintura.
•As pinceladas devem ser feitas sempre no mesmo sentido dos traços da figura do desenho.
•A pintura não deve cobrir totalmente o tecido. Este estilo permite uma certa transparência entre as pinceladas. Deixe o branco ou cru aparecer, isso dará uma luminosidade ao seu trabalho.
•Deixe a mão leve se o pincel estiver muito carregado de tinta. Aperte mais a medida em que a tinta for acabando.
•As pinceladas graciosas exigem harmonia, ritmo e equilíbrio. Treine bastante e veja como elas vão se modificar à medida que você adquirir confiança e experiência no uso do seu espaço.
•Desenhos simples e cores bem combinadas é uma fórmula para o sucesso de sua estampa.
MARCAÇÕESA nossa pintura em tecido é a mão livre, não usamos riscos com lápis ou carbono. A pintura é muito mais bonita quando feita livremente.
Se fizer necessário fazer marcações no tecido segue alguma sugestões:
•utilizar lápis da mesma cor da tinta que vai pintar
•dobrar o tecido, ideal para quadrados ou listras
•marcar com barbantes fixos nas pontas da mesa
PREENCHIMENTO DE FUNDO
Com um pincel chato ou buchinha (mais largo que o utilizado na figura) pintar acompanhando o formato de cada figura deixando um espaço em branco em toda volta.
Pintar a camada seguinte de cada figura até que elas se encontrem.
Este preenchimento não é para ser chapado, no final aparecerão as marcas do pincel e algumas transparências com o fundo do tecido, dando movimento e graça na pintura.
GRAFISMOGrafismo são traços soltos que se faz acompanhando a figura. O charme da pintura em tecido é conseguido nesta etapa. Quanto mais solta estiver a mão mais bonito fica o resultado. O grafismo é feito com aplicadores tipo tubinhos de várias espessuras de pontas de bico (fino, médio, largo) e tinta serigráfica na cor que desejar. A cor preta é a ideal, mas pode usar a cor que quiser.

Dicas grafismo:
•Usar a tinta serigráfica em aplicadores com pontas de espessura fina e média. Colocar a tinta nos aplicadores de plástico com ajuda de um pequeno funil fazendo sucção (apertando o aplicador). Usamos a tinta serigráfica porque é mais barato, vc faz a cor que quiser e não cria relevo.
•Existem tubinhos prontos da Acrilex, Squizze e outros no mercado com várias cores, porém a tinta tem relevo.
•Você pode comprar os aplicadores em casas que vendem produtos para perfumaria e laboratório ou em loja que vendem tintas para tecido.
•Os aplicadores com ponta fina devem ficar guardados de ponta cabeça e com um alfinete de bolinha na ponta.
•Limpar sempre ao bicos após o uso, pois as tintas ressecam deixando resíduos que entopem a ponta.
•Treine em um pedaço de tecido e crie seus próprios traços trazendo para o seu trabalho a sua marca, a sua personalidade.
•Evite bolinhas no início ou volumes espessos de tinta no tecido. Caso aconteça, pressione com o dedo achatando a bolinha.

Bons trabalhos!
Retirado dos sites:
http://www.atelierveratraversa.com.br/tecnicas/dicas.htm
http://www.sobre.com.pt/como-fazer-pintura-em-tecido
http://www.sonholilas.com.br/2008/03/18/dicas-para-iniciantes-em-pintura-em-tecido
http://www.criarfazergratis.com/pintura-em-tecido

1 comentário:

  1. Alguém me pode ajudar a encontrar aonde se possa comprar os seguintes produtos, para fazer velas: - Parafina, Esterina, Pavio, Anilinas gordas para colorir, e Óleo de fragrâncias naturais e químicas... Agradeço antecipadamente, o meu muito obrigado!

    ResponderEliminar